segunda-feira, 1 de março de 2010

A escola ideal (Por um Autista)

"Para mim, ambiente educacional ideal seria aquele onde a classe teria pouco eco e com luz suave, onde os móveis e tudo ao redor provocassem em mim uma organização cognitiva, onde as coisas garantissem a minha rotina e que não tivesse muitas mudanças, pois mudanças no ambiente provocam mudanças dentro de mim. A minha escola ideal seria aquela em que eu saberia onde eu deveria sentar-me, o que eu deveria fazer, para onde iriam levar-me e o que esperariam que eu fizesse. Deveria ser uma sala onde eu pudesse ver o que eu preciso e não ver o que é desnecessário. Onde eu pudesse ser avisado sobre as novidades e as surpresas. A escola ideal deveria focar no meu jeito visual e especial de aprender, onde o professor ensinasse pelos objectos e pelos factos e não por interpretações, apelos verbais ou vagas exigências de escrita ou leitura. Nesta sala, não deveriam existir pessoas correndo, falando ao mesmo tempo, mudando de expressões e gesticulando para mim. Meu professor ideal deveria falar baixo, usar roupas claras (de preferência um uniforme), mostrar a minha tarefa sem precisar ficar dando muitas ordens e que entendesse o meu estilo de aprendizagem. Assim, eu aprenderia melhor"(...)

4 comentários:

Erida disse...

Olá!
Desde já parabéns pelo blog, creio que hoje em dia toda a informação disponível seja necessária!
O meu irmão mais novo é autista. Tem um nível leve de autismo, que facilmente passa despercebido aos olhos dos outros, mas quem convive com ele entende que ele é um menino especial, de todas as maneiras.
Passa-se o seguinte: ele vai ingressar no próximo ano lectivo no 5º ano. A escola para onde vai nunca teve nenhum autista, ele vai ser o primeiro lá, e estamos muito preocupados que não hajam as condições necessárias ou que ele não se integre bem na escola. É uma escola normal, pública.
Gostaríamos muito de o poder colocar numa escola própria para autistas. Temos conhecimento de uma em Lisboa, porém, é privada e completamente fora do alcance dos nossos bolsos. Então estamos à procura de uma escola para autistas, pública! Porém, a informação encontrada na internet é pouca e escassa, pelo que não encontrei nada. Apenas uma escola em Tâmega, mas com capacidade para apenas 200 e poucos alunos, pelo que suponho que já esteja preenchida.
Por isso vinha-lhe perguntar se tem conhecimento de escolas para autistas, públicas, ou quais são as escolas mais bem adaptadas para estes meninos especiais no momento.

Desde já obrigada!

Fernando Miguel Azevedo disse...

Erida mande me o seu email para poder ajuda la na orientação

Erida disse...

O meu e-mail é tsunade@live.com.pt

Obrigada!

karin rosane scheer disse...

O meu filho, tem 7 anos e também esta numa escola pública tentando se alfabetizar.Tem bons profissionais e esse ano conseguimos algo muito importante:um bom vínculo entre professores, monitor e o meu filho.O monitor em sala de aula foi uma conquista( EMBORA ESTEJA NA LESGISLAÇÃO)e na minha opinião é ele quem esta fazendo toda a diferença, pois é um amigo, que o meu filho conquistou e facilitar de todo o processo.Precisamos de muito mais atendimentos especializados, como psicopedagogos habilitados `a trabalhar com as nossas crianças no turno inverso de preferência umas tês vezes por sema e não apenas 40 minutos, que na verdade, se tornam 30 min.